Má influencia? Barbie e o feminismo.

quarta-feira, maio 24, 2017



A Barbie é mundialmente conhecida. É uma das bonecas mais vendidas do mundo, senão a mais vendida, e é uma grande influencia para as meninas de todos os lugares. Mas ela é uma influencia boa?


Imagino que assim como eu, muitos de vocês já ouviram que a boneca é um simbolo nato do capitalismo e que é uma péssima influencia para as crianças e adolescentes do mundo todo, porque induzem às garotas à transtornos alimentares, busca pela perfeição e padrão de beleza inatingível. É verdade que a maioria das garotas buscam seguir esse padrão por pressão da mídia e da sociedade, mas eu discordo quando dizem que a Barbie é uma grande influenciadora nesse quesito. Na verdade, acredito que a sociedade influenciou mais a Barbie que o contrário.

A Mattel criou agora uma linha enorme de bonecas, amigas da Barbie, com as mais diversas formas de corpo e cores de cabelo! Cada vez mais gente como a gente.

Quando digo que a Barbie foi uma das primeiras influencias feministas que tive, não estou falando de brincadeira: Desde pequena, via as propagandas da boneca e sabia que ela estava certa quando dizia no final de cada propaganda: "Seja o que você quiser!". Acho errado julgarmos uma personalidade (porque além de ser uma boneca, ela é uma personalidade) por sua aparência e não por seus ideias, assim como fazemos diariamente em nosso cotidiano. Ela é um ícone da moda e de beleza? Sim! Mas quantas de nós não fazemos o mesmo? É bom nos sentirmos bem com nós mesmas, não há nada de errado em nos sentirmos belas e bem!



Na história real, Ken não é o namorado da Barbie, eles são irmãos. Claro que por questões de marketing, seria ótimo ela ter um namorado... Daí surgiu a história do relacionamento. Mas Barbie é um ótimo exemplo de mulher livre: Ela não é casada, não tem filhos e é super bem sucedida e não é dependente do Ken para resolver seus problemas. Não estou falando que pra ser bem sucedida você não deva casar! Estou dizendo que, ao contrário do que todos os meios de comunicação nos mostram, ela é realizada sem seguir essa vida que  nos é imposta. Se é seu sonho se casar e ter filhos, ótimo! Corra atrás da sua vontade, garota! Mas, é bem chato ouvir que "tem que casar, ein!" e "tem que ter neném logo, senão fica velha!" sem ter a mínima vontade de seguir esse caminho.

Barbie já teve mais de 130 profissões: Já foi professora, médica, cirurgiã, arquiteta, paleontóloga, modelo, astronauta! Inclusive, ela 'foi à Lua' 4 anos antes do primeiro homem pisar no espaço. Ela também já concorreu à presidência. Já foi atriz, engenheira da computação, tem sua própria marca e boutique... E se vocês repararem, nos filmes da Barbie ela raramente é a Barbie. Por ser atriz, ela sempre interpreta um personagem diferente. Por exemplo: Em: "Barbie e a Escola de Princesas", ela é a Blair. Em: "Barbie: A princesa e a plebeia" ela é a Anneliese.



Um dos seus últimos programas foi "Barbie: Life in the Dreamhouse", é como se fosse um reality show sobre sua vida. Eu comecei à assistir no youtube assim que lançou, porque eu achava ótimo pra treinar meu inglês e acabei me apegando mais e mais e mal podia esperar para episódios novos. Não está mais disponível no Youtube... Os links foram bloqueados, mas você encontra na Netflix! Vez ou outra eu paro pra assistir. É maravilhoso o modo como ela pratica empatia e sororidade para com as outras personagens. Sou apaixonada nesse mundinho da Barbie e em toda essa autonomia da própria vida que ela tem.

Bom, pode parecer estranho pra vocês o modo como falo da Barbie (como se ela de fato fosse uma pessoa e não apenas uma boneca inspirada em uma pessoa), mas me simpatizo muito com toda essa personalidade que ela carrega, de liberdade e poder. Sempre me inspirei e provavelmente me inspirarei por muito tempo, porque sei que eu posso ser o que eu quiser!

Agora eu quero saber a opinião de vocês! Quero saber se meu texto ficou claro o suficiente pra explicar o porquê eu a considero uma influencia tão boa! Comentem a opinião de vocês, se concordam, discordam e as experiências de vocês. Estou doidinha pra saber. ♥

 dossiê de verão ♥

da um follow ♥ @dossiedeverao dedão pra cima ♥ @dossiedeverao

Veja também esses posts:

38 comentários

  1. Amei o post,a personagem remete a uma mulher forte,sem perder o lado dace,de personalidade,para as meninas crescerem se inspirando a serem o que quiserem ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo! Que assim seja pra sempre, né? ♥ HAHAHA

      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  2. Que lindo que está seu blog!
    Quanto a Barbie, a única coisa que me incomodava nela era a questão de ela ser muito padrão (loira, alta, magra). Mas não sei se chegava a ser má influência porque pelo menos eu quando criança não fazia conexão com a vida real. Pra mim o corpo dela era irrealista da mesma forma que aquele sapatinho era. Porque nunca dava pra colocar ela de pé naquele sapatinho kkkkkkkkk.

    Mas eu achava super legal ela ser tudo, desde veterinária a princesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA Realmente, primeiro que o sapatinho ficava saindo... E depois que não encaixava, e quando não saia e não encaixava nao dava equilibrio nenhum! HAHAHAH

      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  3. Amei seu post e concordo com vc! Não acho q a Barbie é má influência! Eu sou negra e pobre e cresci assistindo todos os filmes da Barbie (e vejo até) e nem por isso quis ser Branca, loira e fica! Hahaha ❤ Um beijo o poderosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom ler esse comentário, querida! De verdade.Eu também assisto até hoje! HAHAHAHA Partiu sessão de cinema HAHAHAHAH

      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  4. Respostas
    1. Verdade, querida! Ou é 8 ou 80 nos dias de hoje, né?

      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  5. Fiquei com curiosa quando vi a chamada desse post por inúmeros motivos, mas principalmente porque nunca vi nenhum blog abordar esse assunto, mesmo sendo um assunto tão legal se ser discutido.
    Eu sempre amei Barbie, e quando criança, nas minhas histórias eu sempre criava a boneca principal como uma mulher independente, que lutava por tudo aquilo que ela queria. Às vezes tinha filha, às vezes não, mas sempre era uma "mulher" de pulso firme. Hoje em dia eu me vejo assim no futuro, quero ser assim. E acho que a Barbie é sim um dos melhores brinquedos que mostra que você pode ser o que quiser... E agora está se tornando ainda melhor justamente por essa inovação de Barbies que fogem dos estereótipos.
    Enfim, eu amei o post! Parabéns pelo ponto de vista, Bia!

    Tem post novo no meu blog. Vem conferir: www.lelethings.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Lelê! Vem ca me dar um abaraço agora []

      HAHAHAHAHAH Muito obrigada pelo carinho, comentário e visita! Ja vou conferir seu post novo!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  6. oi
    Gostei do texto :D
    Todas nos em nossa infância queremos ou tivemos uma Barbie, ela faz parte de nossas vidas.
    bjo

    ResponderExcluir
  7. Oioi
    Concordo com você!!! Acho que a sociedade que intitulou a Barbie assim ! Meu ! É só uma boneca bonita ... eu nunca gostei de Barbie e nunca quis ser ela !
    Eu acho que cabe a família ensinar alguns princípios não uma boneca !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É desse jeito! Só que é complicado, né? As vezes os próprios pais incentivam sem querer essa busca pelo padrão inatingivel! :( A mídia influencia muito a nossa cabeça

      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  8. Quem nunca se influenciou nela que atire a primeira pedra. Até os padrões de beleza tem a ver com ela.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Acho na verdade que ela tem a ver com os padrões de beleza! rs

      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  9. Na minha época era a boneca Susi, mas confesso que nunca me inspirei nela, gostava dela porque era uma boneca bonita, depois veio a Barbie mas nunca associei elas com um estilo de vida ... Sempre as vi apenas como bonecas. Achei interessante teu ponto de vista.
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Também não costumava me inspirar nas bonecas HAHAHAH Acho que me apeguei a barbie porque tinha toda a questão dos filmes envolvida!

      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
    2. Tenho de te confessar que meu sonho na infância e adolescência era ter uma Barbie rsrs, mas na época era caro demais e não deu, mas aí cresci, casei, comecei a trabalhar, e fui lá e realizei meu sonho rsrs, comprei uma Barbie, tenho ela até hoje rsrs
      Bjs (•‿•)

      Excluir
  10. Eu gosto muito da Barbie , e concordo em tudo oq vc falo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber que entendeu meu ponto de vista!
      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  11. Eu também amo a Barbie e ate hoje quando vejo uma boneca bacana compro, claro que falo que é minhas filhas e ate dou pra elas mesmo, mas compro porque acho ela linda e sempre quiser ter a coleção completa sabe, só sonho mesmo, daqueles bem impossíveis kkkk, mas gostei do seu modo de pensar e realmente ela é bem realizada mesmo sem ser casada e nem ter filhos né. Bacana mesmo, nunca pensei por esse lado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, isso é uma das coisas que mais gosto nela!
      Obrigada pela visita, viu?!

      Beijocas,
      Dossiê de Verão | Instagram | Facebook

      Excluir
  12. Concordo com você! Graças a Barbie, quis ser veterinária, pediatra e não apenas dona de casa!

    ResponderExcluir
  13. Concordo com você! Graças a Barbie, eu quis ser veterinária, pediatra e não apenas dona de casa! O Ken era um parte da história, mas não a história completa! Sempre achei isso o máximo, ate porque, a maioria das bonecas vinham com uma profissão e sem um marido!

    ResponderExcluir
  14. Eu sempre gostei muuuito da Barbie, eu tenho até hoje as minhas bonecas, e sempre amei os desenhos dela, e por mais que eu ouvisse esses comentários negativos, nunca concordei. Mas também, eu nunca tinha parado pra pensar nesses pontos de vista que você mostrou! Como o fato dela ser uma "mulher" incrível e independente ♥ Realmente, se formos ver, ela é uma boneca muito a frente do seu tempo hein? Adorei, agora gosto muito mais da Barbie aaaaa

    Ah, eu também adoro Life in the Dream House, já assisti tudo algumas vezes, preciso assistir de novo kkkkkk. Sério, amei esse post mana ♥

    ResponderExcluir
  15. Sempre gostei! E nos temos um lado barbie tbm!!

    ResponderExcluir
  16. Pode parecer bobagem, mas minha vida é baseada em uma brincadeira de Barbie. Sempre achei o Ken feio, e consequentemente não gostava de brincar com ele. Restava, então, ter uma barbie solteira.. Durante toda minha infância (e boa parte da adolescência), minhas brincadeiras eram baseadas em uma Barbie bem sucedida na carreira, morando com seu filho e seu cachorro. E levei isso pra vida, e sou MUITO feliz hoje com meu filho e meu cachorro.. Até tenho namorado, mas sempre falo pra ele que se ele quiser ir embora pode, pq minha Barbie nunca teve Ken..kkk ;)

    ResponderExcluir
  17. Como eu amo a Barbie, não por sua beleza encantadora mais pelo que ela proporciona, sempre gostei desde pequena e assisto até hoje, porém gosto apenas daquelas bem antigas. Amei demais seu post! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  18. Me incomoda, acho que me incomodou a vida toda ela ser toda padrãozinho.
    Nunca consegui gostar dela, acho que por conta da cor que acaba mostrando uma fragilidade que na verdade não é bem assim.
    Belo texto.
    Bjs
    www.jaquelinefernandes.com.br

    ResponderExcluir
  19. Amei seu post e realmente eu sempre pensei por esse lado. Eu nunca fui uma criança que gostava de brincadeiras de meninas, mas gostava da barbie por conta da independência dela, de ela ter várias facetas (ela jogava futebol, ela era piloto, engenheira e por aí vai). Pra mim ela pregava que deveria ser quem eu quero ser. A única coisa que me incomodava era o fato dela ser muito perfeita (e todas as amigas), eu lembro que queria ser perfeita igual a ela quando crescesse (ainda bem que quando cresci vi que não era bem assim). Mas o lado bom é que estão mudando essa questão da barbie e fazendo bonecas em outros formatos.
    Guria, continue com posts assim, pois amo seu blog <3
    Beijos!
    Mad Souls

    ResponderExcluir
  20. Eu nunca parei pra ver dessa forma! Mas sempre achei a Barbie independente!! Vendo assim, ela que deu início ao empoderamento feminino!! Isso é muito Black Mirror rsrsrs

    ResponderExcluir
  21. Aaaaahhhh que texto! Amei!
    Pra mim ela nunca foi um mal exemplo. Nunca almejei um corpo como o dela. Acho que as garotas estão mais suscetíveis a mídia do que a Barbie.
    Eu adora a persona que ela é.
    E sim é inspiradora em vários níveis.
    Até hoje assisto os desenhos dela e que se dane o que os outros acham. Porque posso ser o que eu quiser!

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Alineland

    ResponderExcluir
  22. Eu sempre fui apaixonada pela Barbie, mas para mim ela nunca teve uma representação.. era apenas uma boneca para eu brincar e trocar as roupinhas.

    Eu não vejo pros nem contras sobre sua comercialização, seus segmentos, suas profissoes. Vejo com os olhos de uma empresa que criou um produto que deu muito certo e essa empresa foi inteligente o suficiente para deixar que seu produto nao caisse no esquecimento, sempre criando novas versoes diferentes.

    Eu nao vejo brinquedos influenciando pessoas... eu vejo pessoas influenciando pessoas.
    #myopinion

    Beijosssss
    www.anamarchiblog.com.br

    ResponderExcluir
  23. Esse post divide muitas opiniões, acredido!
    Acho uma boneca linda, assim também existem pessoas. Cada um da sua forma, sem estereótipos!
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Eu gostei muitos do seu ponto de vista em relação a independência da Barbie mas não concordo com relação aos padroes de beleza. Acredito que sim essa boneca influencia e muito as meninas a padrões inatingíveis, isso sem falar que só representa um tipo de cor de pele e textura de cabelos entre outras coisas. Que bom que os tempos mudaram e que as empresas estão se adequando a nossa realidade.

    ResponderExcluir
  25. Bom não sei se é só eu, mas nunca gostei de bonecas assim, são lindas mas pra mim vejo não tem muito haver comigo, mas pra quem adora e gosta legal né, bjs

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Achei o texto incrível, um verdadeiro artigo, na minha opinião.
    Eu tive Barbies durante toda a minha infância e brinquei com ela até os meus 14 anos. Feminismo é um tema complicado de debater, mas acho que é válida essa discussão referenciando essa boneca que influencia por estar presente na vida de toda menina (ou da maioria, não vamos generalizar aqui). Gostei mesmo de refletir por esse outro lado mais ideológico.
    Beijos,
    Estante da Josy

    ResponderExcluir

O Dossiê está sempre aberto para comentários! Mas lembre-se: Esse blog é um blog amigável! Então, não são tolerados comentários de qualquer natureza ofensiva, ok? Vamos espalhar amor! ♥

Curta a página!